Um post de "talvez"

Trabalhar tem lá suas vantagens. Pode-se aprender muitas coisas - que provavelmente não se quereria aprendê-las, pois advêm de experiências amargas. Mas se aprende e se acha mais esperto e maduro por isso. Ou, então, parafraseando uma passagem do livro Comer, Rezar, Amar, talvez seja uma "forma que o seu ego encontrou para pensar que está evoluindo moralmente. Não caia nessa".

Um obstáculo é que não somos educados para o mundo real, mas sim para um mundo ideal, em que as pessoas são éticas e bondosas, e não manipuladoras, mesquinhas, invejosas e brigam por migalhas. Poucos se salvam e coisas ruins acontecem a pessoas boas.

No entanto, é melhor não guardar mágoa do mundo por causa dessas condições. Não adianta. É mais psicologicamente producente aprender a lidar com elas.

---
Você pode trabalhar, trabalhar, trabalhar. Dominar a sua área horrores. E, um dia qualquer, ter a impressão de que não aprendeu nada com a sua experiência profissional. Que ainda é um ingênuo, que comete erro após erro (um burro teimoso e idiota, na verdade). Que você não está seguro do que fazer profissionalmente, e nem tem certeza sobre como agir sócio-profissionalmente. Você, então, acaba tendo momentos esquizofrênicos.

---
Assistir a Big Brother não é de todo futilidade e tosquice. Pode-se chegar à conclusão, por exemplo, de que muitas vezes damos valor e achamos legais pessoas cretinas e que não valem grande coisa.

---

Decepção pode ser uma faca de dois gumes. Por um lado, é uma facada no peito - ou pelas costas. Por outro, "ensina a viver", já escreveu a sabedoria orkutiana.

Mas o que dá para tirar: não adianta dar murro em ponta de faca - aliás, é melhor mesmo largar a mão do que se matar para que as coisas saiam à sua maneira, quando elas simplesmente não estão dando certo... Hum, mais alguma coisa? Sim: talvez, TALVEZ tenha volta.

---
Querer salvar a todos é uma ilusão? Faça o teste para ter certeza da resposta.

---
Bisous

4 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Guardar mágoas nunca é bom! E eu as guardo pelo menor tempo possível, e fico feliz quando vejo que me livrei delas... Faz um mal danado e te traz doenças... rs

Ver o outro lado da questão sempre é saudável. E faz bem para o crescimento humano...

Beijocas

Desabafando disse...

Profissionalmente eu já me senti assim, mas acho que não nos compete querer mudar ou salvar alguém. Só podemos modificar a nós mesmos.

Mandy Marques disse...

Adoreeeeeeei o post! rs
e é bem verdade que não somos educados para o mundo real, to vendo isso intensamente em minha vida =S
... eu não começei a trabalhar/estagiar ainda, acho que mais lá pro meio do ano ou ano que vem, e to morrendo de medo! kkkkk³

beijos XD

Maldito disse...

mal conseguimos salvar nós mesmos,...

 
designed by suckmylolly.com