O lado tonto da educação ideal (?)

O ruim de se ter uma educação - na escola, na "mídia", blá, blá, blá - que incentiva a ser uma pessoa "crítica" é que você passa a fazer avaliações e a racionalizar as coisas idiotas e sem importância: novelas, personalidades/celebridades, pauta dos programas de TV, etc.

Eu não consigo assistir a Viver a Vida sem:
- analisar as roupas das personagens da Bárbara Paz e da Camila Morgado - hoje, porexemplo, elas vestiram microvestidos; pensar em como a Bárbara Paz é esquisita; pensar em como o papel da Camila Morgado é medíocre para o talento dela;
- pensar nos absurdos do enredo;
- pensar na idiotice que são os nomes de algumas personagens - "Paixão", por exemplo;
- pensar em como os diálogos são clichê.
- pensar que todas as novelas desse autor seguem o mesmo esquema: Rio de Janeiro / classe média meio medíocre / bossa nova / temas sérios melodramatizados.

Hoje, porque eu estava/estou meio doente, passei o dia acamada, vendo TV. Assisti a uns 4 seriados, a 2 novelas, a 2 filmes e a 1 programa de TV.

-No GNT, vi o Superbonitas. Pelo site do programa, fiquei sabendo que o Alexandre Borges é quem será o apresentador nesta semana. O tema de hoje era a cor vermelha. Pois bem, apareceu o ator discutindo sobre roupa vermelha com a Cláudia Ohana. Em dado momento, eles fizeram comentários a respeito de uma calcinha vermelha da atriz! Avaliação: o que uma pessoa não tem que fazer para ganhar dinheiro.

- Durante os intervalos do GNT, aparece uma vinheta do canal, em que, sabe-se-la-por-quê, aparece de relance uma mulher seminua... Avalição: Pra quê? Isso significa o que em relação à filosofia do canal?

- Aí, mais tarde, vendo Dalva e Herivelto, a nova minissérie da Globo, eu penso: como a Dalva de Oliveira era corna/ coitada. Mesmo tendo sido abandonada há ANOS pelo Herivelto, ainda chamava por ele no leito de morte, sendo que ele não queria vê-la. Ah, sim: a avaliação sobre o Herivelto é de que ele foi um grande fdp. Aí, eu começo começa-se a pensar: a vida é muito complicada e comprida. / Deve-se deixar o passado para trás mesmo (mas é tão difícil!) / É difícil julgar as pessoas: a Dalva era, com todo respeito, uma ignorante; é até natural que ela ficasse presa à imagem do primeiro homem da vida dela, etc, etc.

- Se hoje se fazem minisséries a respeito de ídolos populares do passado, o que veremos num futuro ainda longínquo? A história da Carla Perez?

- De tarde - meio fora de sequencia temporal este post, eu sei -, vi O Preço da Coragem. Um filme excelente... Não tenho mais criatividade nem vontade de formular uma tese melhor sobre ele. A única coisa que eu quero dizer é que a interpretação da Angelina Jolie está muito boa nesse filme, bem melhor do que em A Troca... Se ela merecia um Oscar, era por O Preço da Coragem. Tese 2: VTNC os Bin Laden e simpatizantes de terroristas da vida! Malditos! Atrapalharam a vida de todo na última década. Ninguém ganha NADA com isso. Só esses viadinhos fundamentalistas que ganham uma coisa bem almofadinha mesmo: prestígio entre gente ignorante como eles. #prefiro-não-saber-nada-para-não-ficar-irritada.

- Depois, vi e gravei As Bruxas de Eastwick. Esse filme, que também é muito bem feito, é lenda para mim, porque eu o tinha gravado quando era criança. Nem lembrava que tinha efeitos especiais na história - apesar do título, hehehe. Enfim, esses filmes da infância, eu gosto de ver/gravar do jeito que eu assisti na primeira vez: dublados, no áudio original (da dublagem ;) ).
*Eu comprei, por exemplo, o box de De Volta para o Futuro e, como tudo que é passado para DVD, não vem aquela dublagem clássica de Sessão da Tarde. Assim, quando passar em algum canal furreca da vida (Band, Globo, TNT), eu ainda pretendo gravar a versão com a dublagem original! ;) Aquela que tem o McFly xingando enfaticamente os assassinos do Doutor de "desgraçados!" \o/.

Sério, ter blog e Twitter faz com que se tenha vontade de comentar sobre TUDO, a QUALQUER momento. Ontem, vi não sei onde que o excesso de informações (da TV, da internet) pode estar fazendo com que o cérebro humano fique sobrecarregado de dados. Independentemente de confirmação científica, eu estou assim: estressada por causa de coisas banais. Tenho parar com isso porque simplesmente não vale a pena.

Minha vida fica melhor quando não assisto muito à TV, nem acesso a portais na internet - os quais têm muita poluição visual e "informacional". #blé

---
Bom Ano Novo!...
(Se bem que eu ando pensando, sobre mudança de anos, como disse o Maldito nesse post aqui.)

10 comentários:

Maldito disse...

Muito obrigado pela referencia,...me sinto honrado!
Nao acho que o excesso de informação seja nocivo, até porque usamos apenas 10% do nosso cerebro, o que leva a crer que tem muito espaço em nosso "HD",..a questão, é saber filtrar essas informações, e em como lidamos com elas!
Adorei o post!
Bjs!

Dama de Cinzas disse...

Percebo que vc é uma mulher que pensa demais, analisa demais. Eu tb sou assim... E às vezes me pergunto se não seria melhor achar Viver a Vida uma obra prima... rsrs... Entende? Não ter que ver nada além... Seria confortável... Mesmo assim eu vejo Viver a Vida... Só pra ver o Miguel com a Luciana... rs... Mas concordo que a trama está ou é medíocre!

Adorei a dica do filme com a Angelinha Jolie, que adoro, vou baixar agora mesmo: O preço da coragem.

Beijocas

Vladir Duarte disse...

ótimo texto, gostoso de ler. Ótimas observações, também...

Quanto à minissérie que será exibida daqui há 50 anos sobre os ídolos do passado (no caso, o nosso presente), apostaria em algo como Dudu & Bombom, ou então, Ana Maria e seus sete maridos... coisas do tipo!

Valeu!

Mandy disse...

bom, primeira vez aqui, e moça, respira! Tv aliena mesmo, e novelas cansam... Fato.
Sobre oq as pessoas fazem pra ganhar dinheiro, nossa, isso renderia uma coleção de livros com vários volumes somente citando situações toscas.

"Se hoje se fazem minisséries a respeito de ídolos populares do passado, o que veremos num futuro ainda longínquo? A história da Carla Perez? "
A melhor parte do seu post! oq me fez comentar! acredito que junto com a Carla Perez, ha de haver minisseries com a Lacraia, e eventualmente outros Mc's...

Abraço!

Desabafando disse...

kkkkkkk...adorei suas observações sobre tudo que assistiu...eu tb muitas vezes me pego pensando coisas semelhantes.

.justlow disse...

Oi ti achei no blog de uma amiga minha , adorei seu cantinho e gostaria de segui-la, te convido para que venha conhecer meu blog , e me seguir tbem assim poderás ficar antenada com as minha vida meia maluca
bjos da lowkita ;*

Ludi disse...

"É que a televisão me deixou burro, muito burro demais..."
Daí a gente explica o que está acontecendo com a maioria da população brasileira... alienação, pura alienação!
Deus me livre ter que ver um dia uma microsérie com a história da Carla Perez kkkkkkkkkkkkkk
Beijão
Ótima semana!

Juliana* disse...

Ai, amiga, ta dificil...nem vou prometer mais que 'em breve voltarei', simplesmente voltarei...to sem internet...
Saudades dos posts!
Mas sempre passo brevemente!

beijinhossss

Nina... disse...

É, e de repente aquilo que a gente acha que faz bem é uma "melda"...

Aproveitando, venha conhecer o meu blog, Dama na Mesa. Sexo e muito mais... Espero que goste!

Beijos,
Nina

Aline DIVÃ DA MULHER disse...

kkkkk

ter blog e Twitter faz com que se tenha vontade de comentar sobre TUDO, a QUALQUER momento.

Grande verdadeeee...

Passei aqui p conhhecer tá?

Aline Dulce.

 
designed by suckmylolly.com