A maioria dos brasileiros merece o país que tem. "Novidade"...

Não me conformo com certas coisas no Brasil. Mas, para falar a verdade, nem sei por que me impressiono ainda.

Achei absolutamente ridícula a tal Lei Seca. Se houvesse meios de fiscalizar TODOS os MUITOS motoristas que bebem um pouco ou pouquíssimo, como não seria possível fiscalizar os POUCOS motoristas que bebem MUITO, que VIRAM OS OLHOS? A lei NÃO PRECISAVA ter mudado. Bastaria que as antigas disposições fossem aplicadas. Mas, desculpa, né? Pedir racionalidade e eficiência no Brasil... Eu devo estar viajando...

E eu ainda vejo gente apoiando a medida, com ares de civilização. E quando alguém diz que a lei é ABUSIVA, DESPROPORCIONAL e EXAGERADA, esses que apóiam costumam (não saber) interpretar e entende assim: "Ah, então você está defendendo que alguém POSSA encher a cara e sair dirigindo por aí?". Pois é. Sinais de que o analfabetismo funcional ainda reina absoluto no Brasil.

Não, não defendo que bêbados saíam matando por aí, mas muito menos abro mão dos meus direitos individuais e me vejo obrigada a pagar pelos outros porque o Estado não tem competência para fiscalizar uns gatos pingados. E muito, muito menos ainda, vou bater palmas para isso. Ainda mais vindo de parlamentares imorais e com motorista particulares à disposição.

Aliás, se conseguissem pensar um pouco mais além, veriam que para que a tal Lei Seca fosse um pouco racional, os transportes públicos deveriam funcionar na madrugada. Mas, desculpas, novamente, por estar pedindo racionalidade no Brasil.

Li um
post hoje cedo o qual resume bem o que penso:

Para evitar os males causados por uma minoria irresponsável, eles [os que apóiam a Lei Seca] topam abrir mão dos seus direitos. (...) Agora eles estão achando lindo ter uma vida pautada por bêbados irresponsáveis. Estão adorando que todos sejam tratados como alcóolatras.

Felizmente, ninguém é obrigado a fazer o teste do bafômetro. Eu não faria e não farei.

Pensando bem, isso me revolta porque, além de deixar escancarada a vocação para ameba do brasileiro, pode me dar algum trabalho. Não é fácil negar a um guarda a imposição do teste de bafômetro. Anyway, sei que consigo, mas não é assim com todo mundo. Tem que ter, modéstia à parte, opinião, jogo-de-cintura. E autoridade no Brasil costuma ser babaca, se achar. Se você disser que é seu direito constitucional não ter de produzir provas contra si mesmo, a maioria mal vai entender o que você tiver falado, vai ficar com aquela cara de ahn, o que é 'constitucional'?. Mas prefiro parar numa delegacia e nada ser constatado no meu teste clínico - porque eu jamais fico bêbada a ponto de não poder dirigir; logo, um exame clínico não me traria problemas - a pagar MIL reais de multa, perder a minha carteira de motorista e ainda responder a processo penal. Vale o sacrifício.

E podem escrever: se as coisas continuarem assim, vai chegar uma época em que se poderá fascisticamente violar (ainda mais) a intimidade das pessoas em nome de "boas causas". E eu não vou achar bonito, não, porque a casa também vai cair em cima da minha cabeça. Mas ainda vou ter forças suficientes para, no meio dos escombros, apontar o dedo na cara desses curtos das idéias e dizer, galhofando: "Eu não avisei? Bem feito. Vocês que quiseram assim".

A propósito: nunca é demais lembrar que se o fulano tiver cheirado cocaína, tomado ecstasy ou fumado maconha e for pego dirigindo, nada irá lhe acontecer. Nada. País civilizado é isso.

E boa semana :).

20 comentários:

Bill Falcão disse...

Toda a sua análise é perfeita! Porém,infelizmente, você mesma mostrou que sair de mais essa trapalhada vai ser muito complicado. Ou seja: estamos no Brasil!
Bjooooooooossssssssssss!!!!!!!!!

Dama de Cinzas disse...

É uma Lei doida que só vai encher o bolso dos policiais de trânsito. Mais um meio de arrancar uma propina! E os bêbados vão continuar batendo com seus carros...

Beijos

Idylla disse...

Concordo plenamente c o q vc falou sobre essa tal de lei seca....faço d suas palavras as minhas!!!

E qnto a explicação da Independência da Bahia, pensei q todos vcs soubessem, achei q o pessoal de outros estados estudavam sobre ela, mas já vi q n rss....
Uma breve exlicação p/ vc:
A comemoração do dia 2 de Julho é uma celebração às tropas do Exército e da Marinha Brasileira que, através de muitas lutas, conseguiram a separação definitiva do Brasil do domínio de Portugal, em 1823. Neste dia as tropas brasileiras entraram na cidade de Salvador, que era ocupada pelo exército português, tomando a cidade de volta e consolidando a vitória.
Esta é uma data máxima para a Bahia e uma das mais importantes para a nação, já que, mesmo com a declaração de independente, em 1822, o Brasil ainda precisava se livrar das tropas portuguesas que persistiam em continuar em algumas províncias. Então, pela sua importância, principalmente para os baianos, todos os anos a Bahia celebra o 2 de Julho. Tropas militares relembram a entrada do Exército na cidade e uma série de homenagens são feitas aos combatentes.
Entre todas as comemorações, a do ano de 1849 teve um convidado muito especial. O marechal Pedro Labatut, que liderou a tropas brasileiras nas primeiras ofensivas ao Exército Português, participou do desfile, já bastante debilitado e sem recursos financeiros, mas com a felicidade de homenagear as tropas das quais fez parte.

Idylla disse...

E qnto ao selinho, n precisa agradecer, vc mereceeeeee....

Um gd. beijo!!

mendogas disse...

oi passei e gostei muito do teu blog
acho que tens muita razão

ju disse...

Oieeee

Eu também acho um absurdo essa lei seca...Os motiristas de táxis que devem estar felizes né?ehuehueueueh
Sinceramente?Essa lei,como todas as outras no Brasil é só pressão...Só para fingir que o Governo está preocupado com todas barbaridades que acontecem no trânsito...
Daqui a pouco, ocmo tudo no Brasil, vai ser esquecido...

Beijos
Amei seu blog!=]

Ana Carolina Braga disse...

Eu adoro a Virginia Woolf! Já li o livro "Orlando", fantástico, não deixe de ler...

Poxa, Letras é um curso que eu faria! Eu faço Filosofia...

E como assim? Encheu o saco da Legião? Não diga isso, menina! É até um pecado! =P

Sobre a Lei Seca, eu não compartilho dessa mesma opinião, até porque não são apenas uns gatos pingados que precisam ser ficalizados, são muitas pessoas! Como você mesma disse, o Brasil não tem "racionalidade", e neste aspecto eu concordo... então é mais um motivo para ter essas leis radicais... infelizmente tem que ser assim mesmo.... a nossa liberdade individual está na nossa razão, no uso da razão (leia Kant e aí vc vai entender mais isso)... e isso o povo brasileiro não tem! O povo brasileiro não tem liberdade... o que ele quer é libertinagem!
Agora, se vão ocorrer corrupções, se muitos guardas de trânsito vão lucrar com essa historia toda...isso já é outra história....


Ah, eu nunca li nada do Proust! =(


Beijocas!

Maldito disse...

Pulando a lei seca e generalizando, me focando no título,... eu sempre falei isso,... o brasileiro merece o pais que tem,...

Bjs

Maldito disse...

Só pra deixar claro que muita gente não sabe o porque não se é obrigado a soprar no bafômetro, e aresposta é: Porque é contra lei!
De acordo com a lei, ninguem pode forjar provas contra si próprio, e o bafômetro é justamente isso,...
Paradoxal, não acha

Taty disse...

Bom, se essa lei vai pra frente, não se sabe, afinal estamos no Brasil. Mas q já estava passando da hora de tomarem alguma medida (qualquer q fosse) já estava sim. Não acho q lei abusiva pq beber e dirigir SEMPRE foi proibido, mas ninguém nunca respeitou. Agora, com os níveis de tolerância reduzidos à praticamente zero, fica mais difícil burlar. Não bebo nada mesmo e qto a recusar o teste do bafômetro, normal. Eu já recusei e nada me aconteceu.
Acho q além disso, deveria ser de responsabilidade do condutor saber q não pode beber NADA antes de dirigir. Mas ninguém pensa assim, então teve q criar uma forma de fiscalizar o povo numa coisa q era de obrigação de cada motorista. O q me importa na verdade (e acima de tudo) é q já foi mostrada uma estatística com os números muito reduzidos de atendimentos à vítimas de acidente de trânsito. Um número considerável, aliás. Então, só isso, já faz a ler valer a pena pra mim. Muitas vidas estão sendo poupadas, inclusive a minha.
Um beijo!!

Cámila disse...

Concordo com o inicio do post
O TITULO NÉ HAHAHA
todo mundo tem o pais que merece!
MAS NÃO CONCORDO COM O RESTO DO POST...
Pq acho que as pessoas não colaboram sabe.. A grande ~maioria não bebe só um pouquinho...
E com tanta morte de inocentes eles resolveram ser radicais.. NADA DEMAIS AO MEU VER..

Mas respeito sua opnião LÓGIIICO
=]

to melhor!!!

Otávio disse...

"Se houvesse meios de fiscalizar TODOS os MUITOS motoristas que bebem um pouco ou pouquíssimo, como não seria possível fiscalizar os POUCOS motoristas que bebem MUITO...?" concordo, me corrija se eu tiver errado, acho q a gente sempre tenta tapar o buraco do judiciário, enchendo o do legislativo.

este é teu nome mesmo? sagesse?seja bem vinda.

Cámila disse...

Presente no meu blog pra voce tá!

BEIJINHOOOS

david santos disse...

1990, 18 anos: Cazuza. O expoente máximo do ROCK brasileiro.
Com saudade...

Dafne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dafne disse...

Querida, não precisa se preocupar com essa Lei. Esqueceu em que país vivemos?
No Brasil a Lei é criada, mostram eficiência ao executa-la, mas dois meses depois vc não vera mais ninguém falando da lei, policiais nas ruas com bafômetros nas mãos etc!!!

"Desculpas por estar pedindo racionalidade no Brasil."

Lutto T. Nebroso disse...

Dizem que todos os países são difíceis de governar, mas só o Brasil é impossível. As leis mudam. Umas pegam, outras não, todo mundo sabe. Sindicatos de bares entraram com ações contra a Lei. Mas, sinceramente, se uma morte apenas for evitada, acho que valeria toda essa intenção meio kafkiana (porque famílias inteiras ficam destroçadas). Eu perdi um cunhado, acidente de moto. E só bebo nas proximidades de casa. Perdemos todos, mas para que um contingente maior se beneficie. Não defendo a Lei, uma das mais rígidas do mundo (só perdemos para a Colômbia, acho). Mas só funcionamos com o choque, a multa, e, finalmente, a perda de alguma liberdade. Posso estar errado, sei. Mas não dá um prazer afrontar a indústria de bebidas? See you.

Lutto T. Nebroso disse...

[[Fico orgulhoso de ter o Guerrilha aqui. Você nem imagina o quanto. Merci, Sagesse.]]

Pati Chocolate disse...

Não tenho uma opinião formada ainda sobre essa Lei Seca. Mas concordo que não se deva dirigir depois de beber. Confesso que já fiz isso e hoje não faria de novo. A bebida traz mais problemas que benefícios, mesmo "socialmente", e já houve outras leis que causaram polêmica, tal como a do uso obrigatório do cinto de segurança, muita gent achou absurdo, mas hoje sabe-se que muitas vidas foram salvas por isso. Não seria o caso de pensar o mesmo sobre a lei seca? É uma questão de adaptação... Pensando bem, eu tenho uma opinião!!! Rs.

Ludi disse...

A gente vive numa democracia né... e é obrigado a votar... a palhaçada já começa daí... o resto é sem comentários!
Engraçado, não precisou nenhum bêbado pra atirar na cabeça de uma criança inocente =/
Beijão
E parabéns pelo texto inteligente!

 
designed by suckmylolly.com