Lições...

Será que dá para viver sem ter profundos momentos de irritação, revolta, ódio, decepção? Eu acho que não, infelizmente. E todas essas coisas são causadas pelos outros, não é? Então, pode ser que o melhor é aprender a lidar com isso.

As pessoas nos fazem mal. Desde uma banalidade até alguma coisa séria. Elas podem perceber o quanto isso é grave ou não, mas fazem. Talvez não percebam o quanto isso é grave para você, não é? Mas você sentiu que era. Quem está errado?

E o que você pode fazer?

Passo 1: esfriar a cabeça.

Passo 2: quando eu descobrir eu posto...

Às vezes, me dá vontade de escrever e-mails para todas as pessoas que pisaram na bola comigo, deixando claro que me chatearam e que eu não faria o mesmo com elas. Seria uma coisa punk a se fazer? Seria uma retardadice? Que resultados poderia trazer?

Qual a sugestão para o cotidiano? Indiferença? Falta de educação?

Bem, sobre este assunto, uma coisa de que eu tenho certeza absoluta, por experiência própria, é a seguinte: se te falarem alguma coisa chata, RESPONDA na hora. Não guarde para você. TODAS AS PESSOAS DO MUNDO TÊM BOM SENSO. Se alguém fala algo inconveniente, ela SABE que está sendo atrevida. Portanto, não engula sapos. Responda na hora. Quem não dá o respeito A OUTREM, não merece respeito também.

Outra coisa que sempre me falaram, mas que eu duvidava, porque achava muito pouco palpável é o seguinte: aqui se faz, aqui se paga. É batata. Quero dizer, É BATATA. Infelizmente, o "castigo" demora a vir... No mínimo, uns meses. Mas vem. Eu já vi tanta sacanagem com os outros, comigo, com várias pessoas... E pensava que os traiçoeiros saíam incólumes. NÃO SAÍRAM. Apenas, demoraram a pagar =/.

Mas e quando alguém faz algo que te chateia mesmo que não tenha sido a intenção dela? Fazer o quê?

1 comentários:

kleyton disse...

MUITO BEM, GATINHA...

FALA MESMO!

TE AMO!

 
designed by suckmylolly.com